Jesualdo Ferreira, o construtor

É incontornável que, ao projectar o novo ano do FC Porto, não se comece por falar das saídas de Lucho e Lisandro. São jogadores demasiado importantes para serem esquecidos num estalar de dedos. A época passada, por esta altura, saíram Paulo Assunção, Quaresma e Bosingwa. Jesualdo Ferreira teve uma verdadeira bomba-relógio nas mãos: a construção de uma nova equipa. Chegaram Fernando, Rolando, Hulk, Rodríguez e, mais tarde, Cissokho. O FC Porto, apesar de um começo aos solavancos, sagrou-se campeão sem qualquer margem para dúvidas. Foi, reconhecidamente, um título que teve muito do professor. Também a nível da construção de jogadores.

Agora volta tudo à estaca zero. Ou quase. Jesualdo volta a ter a missão de reconstruir a equipa, colmatando principalmente as ausências da dupla argentina que tão bem se deu em Portugal. Foram duas pedras-chave nas conquistas recentes do clube, sempre utilizados. Não será fácil apagá-los da memória dos adeptos portistas. Contudo, para isso, o clube já contratou o médio, também do país das pampas, Fernando Belluschi para fazer o lugar de Lucho. No ataque, como já foi confirmado por Pinto da Costa, Radamel Falcão é uma boa hipótese embora não seja certo o negócio. Porém, o plantel está ainda longe de estar fechado. Jesualdo está ainda sem saber com quem vai contar. Mas ele gosta destes desafios.

Anúncios

Comentar. Com qualidade e com opinião própria. Sem ofensas e sem excessos.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s