Esperemos pela vigésima jornada – Rogério Azevedo

1. SIM, O SP.BRAGA É CANDIDATO

Há 54 anos, em 1945/46, o Belenenses foi campeão nacional: um ponto de avanço sobre o Benfica, seis sobre o Sporting. Há nove anos, em 2000/01, o Boavista foi campeão nacional: um ponto de avanço sobre o FC Porto, quinze sobre o Sporting. Pode o Sp. Braga repetir os êxitos de Belenenses e Boavista, contrariando o eterno triunvirato de campeões? Sim, pode. Mas talvez seja cedo para o garantir. Esperemos pela vigésima jornada. Para já, joga muitíssimo bem e tem vitórias sobre quatro dos cinco campeões nacionais: 3-1 ao Belenenses, 2-0 ao Benfica, 1-0 ao FC Porto, 2-1 ao Sporting. Melhor, claro, é impossível, pois o quinto campeão nacional vegeta pela segunda divisão…

2. SIM, JESUS MUDOU O BENFICA

Não joga o dobro, mas encanta o dobro. O Benfica tinha vinte e um pontos, no ano passado, à nona jornada, agora tem vinte e dois. A diferença entre golos marcados e sofridos era de oito (16-8), agora é de vinte e três (30-7). A vantagem sobre o FC Porto era de quatro pontos, agora é de dois. Não é o dobro em dados objectivos, é o dobro em dados subjectivos: joga mais, joga melhor, massacra quase todos os adversários, enche estádios, galvaniza o país. Sim, Jesus mudou o Benfica. Mas esperemos pela vigésima jornada para perceber se a mudança subjectiva se tornou objectiva.

3. SIM, O FC PORTO PARECE O MESMO

O dragão tem vinte pontos, há um ano tinha dezassete; estava a quatro pontos do Benfica, agora está a dois. Objectivamente, está melhor; subjectivamente está bem pior: não seduz, Belluschi não faz de Lucho, embora Falcao pareça fazer de Lisandro. Tem a vantagem, para já, de ter suportado o empolgamento do Benfica sem perder muitos pontos para os encarnados. Sim, o FC Porto parece o mesmo: frio, cínico, eficaz. Agora, à nona jornada, pode ser o candidato número um ao título. Mas, mais uma vez, esperemos pelo final do segundo terço do campeonato.

4. SIM, O SPORTING ESTÁ ESGOTADO

O leão de Paulo Bento parece um maratonista quando chega ao quilómetro trinta e cinco: olheiras, magríssimo, chupado, sem energia, quer mas não pode, suspira por uma brisa pelas costas. Está em sétimo lugar no final da nona jornada: a sete pontos do FC Porto (terceirto classificado) e a sete pontos do último (Académica). Esqueçam o título, esqueçam a Liga dos Campeões, concentrem-se no essencial: lugar nos quatro primeiros. Com ou sem Paulo Bento? Para já, com… mas impossível ficar muito mais tempo.

5. SIM, A BELA LEVA DE NOVOS TREINADORES

Belo sexteto de novos treinadores: Domingos Paciência, Lito Vidigal, Mitchell Van der Gaag, Paulo Sérgio, Jorge Costa e André Villas Boas. Na crista da onda está Domingos, mas os cinco restantes parecem ter condições para belíssimas carreiras. Depois de tantas clonagens imperfeitas, a Académica tem agora o clone perfeito de Mourinho. Parece ter muitos argumentos para singrar. Mas, para o enquadrarmos com Sp. Braga, Benfica, FC Porto e Sporting, aguardemos pela vigésima jornada. Tem seis pontos. Aposto que chega aos vinte.

Crónica de Rogério Azevedo, jornalista do jornal A BOLA, para o FUTEBOLÊS

Anúncios

One thought on “Esperemos pela vigésima jornada – Rogério Azevedo

Comentar. Com qualidade e com opinião própria. Sem ofensas e sem excessos.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s