Playoff Mundial: A caminho da África do Sul!

CRÓNICA

Portugal está apurado para o Mundial 2010. Não foi um caminho fácil de percorrer, bem longe disso. Os portugueses tiveram inúmeros obstáculos, caíram, passaram por momentos complicados mas a esperança, defendeu que as contas só se poderão fazer no final. Talvez fosse o único a pensar assim. A África do Sul chegou a ser uma miragem. O apuramento foi sofrido mas sempre num plano ascendente que permitiu chegar ao playoff. A Bósnia era o último obstáculo. Missão cumprida, com dificuldade mas também com justiça. O equipamento está sujo das quedas. O sucesso chegou.

Ambiente louco, louco, louco. Um público frenético, com toda a confiança do planeta, convicto para empurrar a sua nação rumo à glória. Um verdadeiro inferno. Portugal já sabia o que o esperava, a recepcção fora um exemplo e importava que os jogadores não acusassem a pressão. Carlos Queiroz manteve o esquema e a equipa que venceu o jogo da primeira mão. Apenas com uma excepção: Deco ressentiu-se de uma lesão e ficou no banco. Sem Ronaldo, logo à partida, Portugal ficou também sem o seu jogador mais criativo. Do outro lado, a aposta era bem declarada: futebol directo para Dzeko e Ibisevic. A Bósnia assumiu, desde o primeiro minuto, a iniciativa do jogo mas bem longe do sufoco prometido. Tinha maior tempo de posse de bola, sim, até porque havia um resultado negativo para inverter, mas nunca sendo intimidatório.

Se a aposta declarada dos bósnios no jogo aéreo não tinha o resultado esperado – por boa acção de Pepe e os dois centrais, Bruno Alves e Ricardo Carvalho – também o futebol português estava demasiado desorganizado e conseguir ligação. Enfim, um jogo com pouca velocidade e quase sem lances de perigo para qualquer uma das balizas. Um futebol bem mais conveniente para Portugal, que mantinha a bola afastada da área. O minuto vinte e cinco poderia ter sido um ponto final nas dúvidas, uma espécie de carimbo no passaporte para África do Sul: Raul Meireles teve uma oportunidade de ouro para marcar mas Hasagic agigantou-se. Nada mudou, após isso. A Bósnia manteve-se com mais iniciativa, jogando essencialmente pela direita do seu ataque, mas sem nunca deixar os portugueses com reais motivos de preocupação. Apenas alguns sustos. A primeira parte foi assim, com pouco interesse.

TODOS JUNTOS RUMO À ÁFRICA DO SUL

No reatamento, a Bósnia decerto intensificaria a sua pressão. Se quisesse ambicionar a presença no Mundial, era necessário que fizesse mais do que conseguira no primeiro tempo. Miroslav Blazevic lançou Muslimovic, a arma guardada, para juntar qualidade à dupla atacante. A segunda parte começou com um susto para os portugueses, quando Dzeko foi apanhado em fora-de-jogo. O jogo prometia ser mais aberto, agora. Assim foi, pouco tempo passou até que Nani obrigou Hasagic a mais uma bela defesa. A Portugal importava manter a concentração no limite e nunca se pôr a jeito para as investidas bósnias. Era o momento de ser cínico e deitar ao tapete a confiança de um país. Veio o minuto cinquenta e cinco, veio o golo: Nani recebeu de Liedson, abriu para Raul Meireles. O portista, frio na hora das decisões, chutou para o fundo da baliza. Golo!


O passe do extremo do Manchester United rasgou as pretensões bósnias, o remate final foi o carimbo que faltava para o Mundial. O ambiente infernal que se sentia até então deu lugar a um profundo silêncio. Ouviram-se somente os gritos de vitória em bom português. A Selecção nacional galvanizou-se, seguiram-se lances para aumentar a vantagem e deixar tudo mais esclarecido. A Bósnia estava obrigada a reagir mas o golo fora um golpe demasiado rude. Tentou, é certo, atacou muito mas nada do que prometera. Como as coisas mudam: a altivez exagerada do início transformara-se numa enorme descrença. A tarefa que prometia ser tão complicada, após o golo ficou demasiado simplificada. O resultado estava feito, o jogo terminado, as dúvidas completamente dissipadas: Portugal está no Mundial 2010. Custou, foi um caminho longo, mas acabou em sucesso.

Anúncios

One thought on “Playoff Mundial: A caminho da África do Sul!

Comentar. Com qualidade e com opinião própria. Sem ofensas e sem excessos.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s